Saudade é privilégio

sddepriv

 

 

 

A saudade é tida, quase sempre, como um sentimento triste, de dor. Esse pode mesmo ser uma forma de percebê-la, dependendo das causas e circunstâncias da perda ou despedida.

Há, entretanto, uma outra forma de perceber a saudade: uma lembrança de que, naquele momento, a sua vida valeu à pena. Naquele momento, a sua vida teve sentido. Quem tem saudade tem história para contar. Quem tem saudade tem a companhia das lembranças doces.

Por isso, a saudade pode ser percebida, também, como um sentimento de alegria, motivo de uma felicidade profunda.

Eu sinto saudades, por exemplo, dos mais amigos de escola. Sinto falta dos meus amigos de adolescência. Essa saudade, contudo, é uma página bonita da minha história. Eu a visito em dias tristes, para lembrar que também já vivi dias alegres.

A saudade ajuda a equilibrar a balança.

Talvez você sofra de uma saudade irreparável, que não pode ser lembrada com nenhuma alegria. Nesse caso, eu entendo e respeito o seu sentimento. E lamento, com o coração apertado por você.

É possível, entretanto, que você só precise reajustar a sua forma de perceber a saudade; de olhar a saudade. Um ajuste de lentes. Talvez você precise apenas senti-la de forma bonita, deixando a dor para trás.

Seja como for eu, desejo que você sinta saudades. Desejo que as suas saudades contem todos os dias de pura beleza da sua existência.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s