Em movimento

 

em movimento

 

 

Era piloto de fórmula um, ganhou grandes prêmios e hoje não anda mais, preso numa cama.
Aquele senhor é engenheiro formado e foi dono de uma construtora nos anos 80. Vive de
favor num quartinho sem geladeira.
A menina mais bonita da escola foi queimada pelo namorado com água fervente e não sai mais de casa.
O vendedor de água daquele farol ganhou na loteria e hoje tem uma lojinha.
Fulano teve uma doença grave e morreu em vinte dias. Aquele outro fez um transplante e se curou.
Um avião caiu no mar e apenas duas pessoas sobreviveram.
O mundo tem bilhões de pessoas, incontáveis seres que nascem, vivem, sofrem, se divertem, morrem. Lemos isso todos os dias, observamos na rua, no cotidiano. Pessoas que amamos ou que nem conhecemos. Temos um instinto quase mórbido sobre as tragédias. Assistimos e pensamos que nunca vai acontecer conosco. Mas o fato é que não temos controle de nada: a vida é um sopro como já disseram. O mundo dá voltas e nem podemos imaginar onde estaremos em um mês, um ano ou até mesmo amanhã. Gosto de pensar que a vida é como uma roda gigante, onde mudamos de posição a cada giro. Quando estamos no alto nem sempre nos lembramos que vamos cair, quando estamos embaixo nem sempre temos esperança que as coisas vão melhorar para então cair de novo e assim por diante. Ficarmos presos nos momentos só nos traz sofrimento e ansiedade. Por mais que seja difícil é preciso encarar as transições da vida com serenidade. Ter a noção do movimento é o que importa, até que a roda pare. E como você quer estar nessa hora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s