Pontos finais

end

 

 

Não existe caminho fácil para dizer adeus. Pelo menos em minha experiência, sempre custou saudades, lágrimas e sonhos. Acontece que, ao longo da vida, despedidas são inevitáveis – simplesmente porque não podemos ter tudo. Toda escolha é uma renúncia, e a renúncia, uma despedida. Já sofri, algumas vezes, a dor do adeus. Foi como perder uma parte da minha história. E mesmo nas situações que eu queria partir, machucou. Desfazer um laço exige muito investimento emocional. Exatamente por isso, a despedida precisa ser feita de uma vez só, como um corte seco na raiz. Despedir-se aos poucos é uma perpetuação da tristeza. Por isso, quando tiver que partir, vá de uma vez. E quando quiserem ir embora, não insista para que fiquem. É importante sofrer o que dói, mas tão importante quanto é não prolongar a dor. É preciso aprender a colocar pontos finais. Isso evita o desperdício de páginas e mais páginas da nossa vida contando histórias vazias.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s