Eles não entendem o nosso amor.

entendemPerdoe-os. Eles não entendem o nosso amor. Para cada um dos estranhos que nos encaram na rua, nós somos, na verdade, a mais perfeita definição de estranheza. A forma como nossos passos flutuam quando entrelaçamos os dedos. A curiosa dança dos nossos olhos, sempre atentos aos olhos tão parceiros. Até mesmo os nossos curiosos apelidos são, para todos os outros, termos estrangeiros. Somente nós dois somos capazes de rir de nossas piadas. Somente nós dois somos capazes de se emocionar com algum cheiro. Do nosso primeiro café. Do nosso doce de aniversário. Até mesmo com o cheiro dos nossos cheiros. Para todos os outros que nos cercam, o nosso amor é um estranho desacerto. Mas, para nós, pouco importa. A sua real importância já está no próprio termo. É o nosso amor, meu amor. Por mais que eles não entendam.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s