loucura e o tempo

 

a240666a6d7d197337672314c51dc89c

 

O relógio está quebrado

Eu quebrei os ponteiros

Arranquei as pernas do tempo

O relógio que não anda para frente já não é mais um relógio

É apenas um enfeite estúpido que carrega números

Não sabe fazer operações matemáticas como uma calculadora

O relógio na parede branca, já não é mais um relógio

É um melancólico objeto que perdeu a sua alma, a sua funcionalidade e a sua razão de existir

Eu com as minhas mãos ensanguentadas

Eu matei o tempo

Quando sacrifiquei os meus sonhos

Somente para ficar aqui

Neste instante

Neste pequeno relâmpago de felicidade

philip glass – string quartet no. 3 “mishima” 

Uma linda música que com o seu andamento me lembra que o tempo não mora nos relógios

Relógios são patéticos aparelhos humanos que tentam explicar com números o que é o tempo

O que me lembra que qualquer vitória humana estará morta no próximo segundo

O que me lembra que serei tragado pela areia movediça do tempo

O que me lembra que tudo que sou, minha voz, meus cabelos e a minha barba talvez sejam memória e com certeza serão esquecimento

O que me lembra que tudo o que sinto agora vendo o seu corpo nu sendo tocado pelos primeiros raios da manhã, desaparecerá comigo

Assim como todo amor e felicidade que sentirei

O sangue nas minhas mãos pertences aos sonhos que ainda não sonhei, mas já são devorados pelo tempo esse animal faminto de amanhãs

Você já levantou

Tomou a sua caneca de café e despareceu no seu próprio futuro, no seu minuto seguinte

E me deixou aqui olhando para o relógio na parede

O relógio sem pernas

 

 

3 comentários

  1. Oi Zack. Olha. Eu amei e entedi. Mas vejo o tempo de outra forma, tbm destruí meu relógio quando ele começou a me controlar. E falei pessoalmente com o tempo. Falei assim: tempo você é remédio eu sei. Um Senhor antigo sábio que entra em ação nas horas que são para curar. Eu te quero. Quero sua sabedoria , quero seu auto-controle. Me responda se vais me ajudar? Ele me respondeu , é pra isso que eu “o tempo” existo. Eu curo aquilo que você precisa esquecer, mas não estou nos relógios, estou em tuas mãos. *_* Se Um dia você ler manda um alô, não para Cidamar ,Não ! uma curtida, caso seja . Diga apenas alô. Ass: O tempo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s