Jornais e engrenagens

 

jornais e engranagens

 

 

Você acorda
Lava o rosto
Toma um café fraco
Pão de forma com margarina
Pensa no que irá fazer durante o dia
O tempo é estranhamente curto
Onde está aquele tempo de criança
Onde tudo cabia
Onde os adultos liam os jornais
Já passou muito tempo
Todos os dias se repetem como episódios de Chaves
Mas já não tem mais graça
No celular
Chegam as mesmas mensagens
Com as mesmas discussões
Com as mesmas pessoas
Nada mudou
Nada parece mudar
Só você
Que está envelhecendo mais rapidamente
E ninguém lê mais um jornal impresso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s