Seja a melhor versão de você

seja

 

 

Porque vivemos numa sociedade competitiva, que educa culturalmente para a disputa e para a concorrência, acabamos perdendo de vista o que realmente importa: nos tornarmos pessoas melhores.

A verdade é que acabamos perdendo tempo demais tentando ser melhores do que os outros. Essa competição acontece, sobretudo, no mercado de trabalho. Porque vivemos numa sociedade de mercado, nossa vida profissional está sempre no centro de nossa atenção. A concorrência é alta e temos que vencê-la.

Mas, e se estivermos perdendo o ponto ao dar tanta atenção a isso? Ou então, e se estivermos fugindo de nossa verdadeira responsabilidade de nos tornarmos quem deveríamos ser de fato, deixando a competição com outro nos distrair de um desafio existencial muito maior?

Paulo Freire escreveu: “Ninguém nasce feito, é experimentando-nos no mundo que nós nos fazemos”. Ou seja, a tarefa existencial por excelência é nos fazermos, porque ninguém nasce pronto.

A questão, portanto, não é se somos melhores do que o outro. A questão fundamental é: nós somos o melhor que podemos ser? Eu sou a melhor versão possível de mim mesmo? É trás disso que vale à pena gastar os meus esforços.

Por quê?

Porque todos estamos buscando uma resposta e uma razão para viver. Na busca de um sentido para a minha vida, não é o outro que será capaz de me conferir significado existencial. Não é a derrota do outro que me dará significância. A única resposta que me acomodará existencialmente é a paz de viver consciente de que estou sendo o melhor que posso ser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s