Paixão não é amor

 

paixão não é amor

 

Era um dia lindo, eu estava no sítio de um amigo. Depois de uma manhã agitada, sentei ao pé de uma jabuticabeira para descansar e me proteger do sol. Aquelas pequenas bolas roxas atraíram meus olhos e eu passei a devorar as jabuticabas.

Entre prazer e deleite, eu estava enlouquecido pelas frutas. Naquele momento, não havia nenhum outro lugar em que eu gostaria de estar e nenhuma outra fruta que queria em minha boca. Tudo estava perfeito. Minha sensação era que se minha vida inteira acontecesse naquela jabuticabeira, eu morreria feliz.

Naquele momento, tomei consciência que havia me apaixonado pela árvore.

Um pouco distante no horizonte, percebi o Seu Manoel vindo se reunir comigo. Manoel era o caseiro do sítio. Sentou-se e riu do meu flerte com a árvore, comendo algumas jabuticabas comigo. Ele me contou sobre o dia em que plantou a jabuticabeira, vinte e três anos antes, e como se empenhava no cuidado dela, regando-a e evitando, diariamente, que as pragas a matassem.

Naquele momento, tomei consciência que o Seu Manoel amava aquela árvore.

Paixão é deleite, desfrute e urgência. Amor é cuidado, atenção e dedicação.

Paixão é fruta, amor é semente. Há quem queira apenas a fruta. Há quem plante árvores, para ter um futuro frutífero.

 

Siga @lucaslujan

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s