Para sempre estaremos juntos a partir daqui

Ela vem até o meu quarto e diz que quer me mostrar algo.
Descemos juntos as escadas e entramos quase ao mesmo tempo pela porta.
Na sala os moveis descansam pousados nos mesmos velhos lugares, não tem nada novo ali e eu pergunto o que foi?
Ela diz que fez algumas mudanças e eu não entendo, mas pergunto o que mudou.
Ela responde:
– Você!

A noite quando as luzes cessam e não se pode mais usar os olhos para enxergar, eu ainda poderei te reconhecer como um artesão pode reconhecer uma obra sua.
Não como se tivesse te desenhado a partir do barro como nas historias bíblicas, mas como alguém que decora um cômodo pré mobiliado e deixa ali um toque tão seu.
Ela atravessou meu eu e nunca mais a vida será a mesma. Porque não se pode passar pela vida de alguém sem deixar algo, sem provocar mudanças.
Nem sempre se fica, muitas vezes se vai, mas mesmo assim será para sempre porque não mais seremos os mesmos.
Talvez daqui a muitos anos, com outro rosto, em outro lugar ela passe e talvez até demore a reconhecer, mas depois da surpresa e do cumprimentar desajeitado, depois do convite para uma cerveja amigável e todas as queixas que eu fizer e histórias que eu contar, ela vai sorrir e dizer:
– Você mudou,
mas não muito.

Se foi sincero, foi eterno.
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s