Você voltou. Mas eu já não estava mais lá.

voltouVocê voltou, como tantos disseram. Depois de tanto procurar o seu lugar no mundo, depois de tanto procurar o que era o amor, por fim encontrou. Já o havia conhecido antes. Então, voltou. Mas eu já não estava mais lá. Doeu, não vou negar. Durante meses você foi o nome da minha insônia. Da minha angústia. Dos quilos e dias que perdi. Porém, o tempo passou. Os meus amigos repetiram, infinitas vezes, os mesmos conselhos. Um dia o sol tocou o meu peito. Eu voltei a comer. A me reconhecer no espelho. Conheci outras pessoas também, inclusive um novo eu. Um eu mais rígido com a vida e, ainda assim, mais leve. Doces ironias da sabedoria. Claro, algumas noites vazias ainda trazem o seu cheiro. O seu beijo. A dor de um estranho adeus. Porém, agora são somente lembranças. Não são mais desejos. São somente saudades de um tempo que já não existe mais. Pelo menos para mim. Porque agora você voltou. Mas eu já não estou mais lá.

– Dedicado à história de um grande amigo.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s