saudade miúda

sdd

Esqueça os grandes acontecimentos, as viagens sofisticadas, os jantares nos restaurantes da moda. Esqueça as roupas caras, os vinhos, os lençóis requintados.

Sinto saudades do simples, sinto saudades de você, das suas palavras, do tom da sua voz quando me chamava carinhosamente e dá mudança repentina quando você se irritava com alguma das minhas babaquices.

Sinto falta da sua pele arrepiada e de todas as suas pintas, sinto falta da sua boca e da maneira que os seus lábios se abriam para sair o ar.

Sinto saudade dos seus grandes olhos castanhos, com cílios grandes e quase desajeitados, do seu pescoço confortável e quente, sinto falta do seu colo e das suas saboneteiras e sinto falta da sua gargalhada debochada quando me ouvia dizer “saboneteira”.

Sinto saudades do quanto éramos inseguros e trocávamos mensagens pela madrugada só para saber que estaríamos um na vida do outro quando se fizesse manhã.

Sinto saudades do seu choro intenso, cheio de palavras afiadas que me perfuraram, e eu com um grande remorso de ter te machucado com atitudes imbecis, sim, eu sinto falta disso. Hoje eu entendo a frase que amo do meu escritor favorito (Júlio Cortázar) “Cada dia irei vivendo menos e lembrando mais”.

7 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s