Esperar menos, viver mais.

esperar

Expectativas.

Talvez elas sejam uma das inegáveis condições do ser humano. Nós enxergamos o futuro. Obviamente, não o prevemos. Mas sabemos da sua existência (ou pelo menos da sua possibilidade de existir). Assim, antecipamos a ansiedade pelas incertezas e angústias. Nos preocupamos e sofremos hoje com os possíveis desdobramentos da árvore do acaso. Da beleza da vida.

As expectativas então são impossíveis de não existirem. Elas definem o homem.

Mas somente impossíveis de não existir. Isso não significa que não possamos controlá-las. Isso não significa que não possamos diminui-las e até respeitá-las. Trazem alguma bondade. Trazem a beleza dos sonhos e planos construídos. Sem eles, seríamos inertes. Estaríamos condenados a total ausência de liberdade. De vida.

É como o medo. Aliás, as expectativas são consequências e reflexos dos nossos medos. O segredo é saber escutá-los, mas sem nunca nos tornarmos reféns.

É a arte de dominar as expectativas, ao invés de permitir que elas nos dominem.

É a arte de esperar menos. Bem menos.

E assim viver mais.

 

 

5 comentários

  1. Wow! Perfeito! Que possamos desacelerar e calmamente viver, pois, expectativa nada mais é do que ansiedade pelo que mais desejamos se tornando realidade, mas que saibamos apreciar bem mais o trajeto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s