Um canto para Caronte

shutterstock_373315693

Esqueça tudo o que você deixou pra amanhã
e acabou deixando pra trás.
Planos não são nada.

Há um barqueiro na parte baixa do rio, 
cantando uma canção que diz:
“Quem não viveu, perdeu tudo.”

Um dia o vento vai soprar,
atravessar seu peito e repousar no meu abdômen.
Vai ser como a primeira vez frente ao outro.
Minhas mãos geladas vão procurar as suas
e você, sentir formigas no seu estômago.

Um dia nossos cabelos irão cair
e nossa pele vai se desgrudar dos ossos.
Nós já seremos bem mais do que velhinhos
mas eu vou sentir ainda a mesma ausência de ar de quando te via chegar.

Um dia você vai olhar pra mim,
seus olhos vão estar no escuro mas ainda dirão o que sempre disseram pra mim.
_ Foi bem mais que toda a terra que pisamos com nossas botas.
_ Foi muito mais que me sentir na sua pele.
Foi soletrar palavras grandes pela estrada.
_ Eternidade.

Um dia o tempo vai fazer o que o tempo faz.
Vai nos tomar pelas mãos e não seremos mais.
Vai nos liberar de todas as promessas feitas
e demolir o que planejamos.
Nós não fizemos nada errado, mas o vento é forte
e há de mostrar que amor é urgente do peito pra fora,
pra quem se dá e não demora
Afinal, a eternidade é mesmo uma coisa longa e solitária demais agora.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s